terça-feira, dezembro 14, 2010

Sabe? A vida não é justa. Nem um pouco. Não há dúvidas.
Hoje, eu me levantei como em todos os outros dias para fazer o meu trabalho. Com a diferença de que levei tantas cacetadas que quase as consigo sentir fisicamente. Curioso como as maiores dores não deixam sequer uma marca física. E ainda não consegui chorar por elas. De raiva, de tristeza.. enfim.
Olhei para um colega e disse:
- Por que mulher é tão mais sentimental?
Ele me disse:
- Eu apenas sei disfarçar melhor.
Ele sabia o que eu estava sentindo. A vida não é justa. Mas não estamos sozinhos. E é por saber que existem pessoas que sabem o que estamos sentindo que a vida vale a pena.
Passei o dia todo assim, pensando. Com o choro entalado. Nada conseguia me animar. Nem mesmo o filé mignon com catupiry e bacon. Nem a os quizzes do facebook. Nem a possibilidade de ir ao shopping passear. Talvez porque eu precisasse passar por esse momento. Talvez porque eu precisasse pensar. Pensar no que ela me disse antes de partir: Estou compartilhando isso com você, porque vc ainda é a única aqui que é do bem. 


Talvez o lugar para as pessoas do bem seja bem pouco. O reconhecimento, menor ainda. Mas é bom saber que essas poucas pessoas ainda existem e estão perto de mim.

Um comentário:

Du Santana disse...

Há sempre um lugar para as pessoas do bem, ainda que seja no coração de alguém.
Tem Selos pra vc lá no Blog.

Aqui: http://dacordasuapaz.blogspot.com/2010/12/selos.html

^^

Ocorreu um erro neste gadget