quinta-feira, agosto 02, 2007

É um lindo dia!


"What you don't have you don't need it now
What you don't know you can feel it somehow..
What you don't have you don't need it now..
Don't need it now.. It was a beautiful day.."

(Beautiful day, U2)


Depois de longos dias de chuva, frio e de um certo ar melancólico, decidi que hoje traria um ar mais otimista para esse blog.
Sem nenhum motivo aparente, apenas por estar em paz. Depois de uma tarde com pipoca, coca cola e Dirty Dancing, acho que só poderia mesmo era trazer otimismo. As comédias românticas e outros filminhos do gênero costumam me irritar. Na hora, eu até gosto, afinal, são filmes que podemos perder as falas, nos distrair e não nos angustia porque o Happy ending é garatindo! Mas depois.. me cansa tanta alegria! como se tudo pudesse ser como nos filmes, dependendo apenas das nossas escolhas..
Porém, Dirty Dancing é uma excessão. Nunca me irritou. Sempre gostei! E todas as inúmeras vezes que assisti, quando acaba eu estou bem, feliz e sapateando pela casa "You're the one thing, I can't get enough of..So I'll tell you something, this could be love because now I've had the time of my life, no I never felt this way before! Yes I swear it's the truth and I owe it all to you.."
Além do mais, coincidentemente, esse filme me remete a uma fase da minha vida que foi muito boa!! Lembro-me dos meus dezessete anos, eu estava começando a ir pras baladas, e, diferente das meninas da minha idade, eu adoraaava flashback! Nossa balada favorita era a Jet set, justamente porque tinha um ambiente exclusivo para os flashbacks, acho que eu era a pessoa mais nova daquele lugar, e eu me divertia como se revivesse aquela época! Era 15 reais de consumação, nós íamos, tomavámos uma caipirinha e o restante ou virava pizza no final da noite, ou ia para o Carlos, que fazia o favor de nos levar de tiracolo pras baladas.
Naquele lugar, eu dancei, cai na pista, aprendi a tomar tequila, conheci gente de vários lugares, comemorei minha aprovação no vestibular, meus 18 anos, dei risadas, chorei no lounge, segurei choros. Putz..quantas histórias!!!
Sempre me achei madura.. mas hj, olhando pra trás, percebo quanta coisa mudou!!! E quanta coisa não mudou. Lembro de coisas que hoje não faria mais! E vejo outras, que continuo fazendo mesmo com todo o tempo que passou..
Já não escuto flashback como antes, mas ainda gosto. Já não tomo mais caipirinha na balada, aliás.. pouco vou às baladas. E se tenho que chorar, guardo as lágrimas pro travesseiro. Mas ainda tem em mim muito daquela menina que falsificava o Rg pra ir pra balada. E agora, perto dos meus 21 anos, bate aquela nostalgia.. mas uma nostalgia gostosa!!! De que valeu a pena, de que se eu pudesse voltar atrás, faria tudo do mesmo jeitinho!! E que, de fato, foi a melhor fase da minha vida!!!
Daqui uns anos, quero olhar pra trás de novo e ter essa sensação novamente. E quero ainda ver em algumas atitudes os traços daquela Sue Ellen "only seventeen, young and sweet", aquela que mesmo sabendo o final, torce pelo mocinho e pela mocinha, ainda que escondido, lá no fundo, sem que ninguém veja. Quero ver o mundo sem perder as minhas esperanças nas pessoas que conheço e gosto. Quero acreditar pra sempre, que o bem que fazemos aos outros é recompensado com atitudes e ações sinceras. Quero acreditar que não é possível eu me enganar tanto assim.. e que, ainda vou entender essas interrogações que rondam minha cabeça, afinal.. é um lindo dia! E..o que vc não sabe, você pode sentir de alguma maneira, não é mesmo?

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget