quinta-feira, novembro 22, 2007

"Os olhos mentem dia e noite a dor da gente"


Muito tempo sem atualizar. Pois é, meu computador morreu. Morreu mesmo. Ainda não estou acreditando que ele fez isso comigo.. como ele pôde me deixar nesse momento tão crítico: final de semestre, muitos trabalhos pra fazer, trabalhos em grupo que sempre são resolvidos por email, emails de socorro para professores... (sim, pq a gente sempre deixa pra última hora) Enfim, aquele ordinário me abandonou. Logo, abandonei o blog um pouco também!

Mas pra ele não ficar tão abandonado.. que tal uma musiquinha pra animar? O "som" desse momento na vida de uma pessoa eclética: O Teatro Mágico.

Já disseram várias coisas sobre esse grupo. Há quem ame. Há quem deteste. Os adeptos de som alternativo, no início, gostaram. Depois que virou moda, "desgostaram". Afinal, vcs sabem, existe a moda de ir contra a moda. (mas isso é uma longa história...)

Posso falar por mim. Sim, só comecei a conhecer quando se popularizou. E curiosamente, conheci primeiro as letras e depois o som. Me apaixonei pelas letras. Quem me conhece sabe que eu adoro trocadilhos! rss (até os mais infames) E o Teatro Mágico o faz com uma leveza e facilidade que parece que eles sempre existiram. A música é singela. Nada parnasiano. Nada de palavras confusas, inversões ousadas e neologismos. Nada disso, é clean. Mas nem por isso é banal. Diz o que tem que dizer sem muita enrolação, e com muita critatividade! Afinal, quero ver alguém conseguir conseguir brincar tão bem com as palavras como eles e não cair no ridículo.

O Som..vish..me falta repertório pra opinar! Mas até que é legalzinho de ouvir!

Bom.. aí vai a música!

Cantem comigo: "Enquanto houver vc do outro lado...!"


"O dia mente a cor da noite
E o diamante a cor dos olhos
Os olhos mentem dia e noite a dor da gente"


Enquanto houver você do outro lado
Aqui do outro eu consigo me orientar
A cena repete a cena se inverte
enchendo a minha alma d'aquilo que outrora eu deixei
de acreditar
tua palavra, tua história
tua verdade fazendo escola
e tua ausência fazendo silêncio em todo lugar
metade de mim
agora é assim
de um lado a poesia o verbo a saudade
do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no
fim
e o fim é belo incerto... depende de como você vê
o novo, o credo, a fé que você deposita em você e só
Só enquanto eu respirar
Vou me lembrar de você"

(O Anjo Mais Velho, Teatro Mágico)

2 comentários:

MICHELE disse...

bem, eu já acho o contrário dessa música...pra mim os olhos não mentem nunca, mesmo q a boca, coração e o resto queiram mentir... hehe, tenho provas...

Marie disse...

Como é quase a semana do meu aniversário, a música tinha que ser Ana e o Mar, né, caraio! HAHAHAHAHAHA
Aquela foto Bee Gees tá DEMAIS. orkut now. Bjo Pechenah

Ocorreu um erro neste gadget