segunda-feira, março 26, 2007

..quem quase vive, já morreu..


"Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos,
nas chances que se perdem por medo,
nas idéias que nunca sairão do papel
por essa maldita mania de viver no outono.
(...)

Se a virtude estivesse mesmo no meio termo
os dias seriam nublados,
o mar não teria ondas,
e o arco íris em tons de cinza.."


E no primeiro dia do outono, um sol brilhante estampava o céu que outrora carregava nuvens cinzas de outono...
Insisto: a vida é mesmo muito irônica!
Não gosto de cinza. Não gosto de dias nublados. Não gosto de chuva.
Eu sei, é necessário. Mas não gosto...
Gosto de abrir a janela, ver aquele sol e ter disposição pra deixar o que me incomoda no travesseiro. Gosto de ver as pessoas nas ruas. Gosto de sair de casa, e sentir aquele ventinho fresco que refresca os fins de tarde.
E quando eu já estava "triste" por ter que viver no outono, surpreendentemente um belo sol desponta pela manhã...
E então, eu só pude confirmar que.. é mais fácil deixar as coisas acontecerem,
é melhor levar uma vida leve..
e não é tão difícil assim..
basta largar mão dessa "maldita mania de viver no outono"
E vc percebe que não precisa de muito.. só um dia de sol em meio ao outono,
um sorriso bonito num dia de tpm,
um recado de um amigo de infância,
achar um real no bolso da calça,
de repente, lembrar das coisas e ver que fez tudo realmente como deveria ter sido feito..
ou ainda, não mais que de repente, ver que boa parte das suas encanações não passam de vozes na sua cabeça, e que por tanto tempo vc tentou respoder perguntas pras quais vc já não quer mais saber a resposta..
ou simplesmente comer uma caixa de bis branco com coca cola.. :)

Foto: minha irmãzinha Vitória com 5 meses! Linda né?

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget