domingo, dezembro 03, 2006

Mari-sol, gira gira gira girassol!


Dia 03/12/2006, 04:18 da manhã, uma leve dor nos pés, a maquiagem já borrada, e o cabelo embaraçado e despenteado. Um sonho de valsa na mão e as letras do teclado na minha frente. Vinte e sete letras pra falar o inefável. Como resumir em palavras tanto sentimento? Tenho impressão que nunca será suficiente.Afinal, quando se fala de Mariana, se fala em muito sentimento!

Ela xinga, fica brava, ela xinga, é encanada, e xinga, é ciumenta, e xinga. E xinga sempre porque é uma maneira de extravasar tanto sentimento que existe nesse coração que é do tamanho do mundo. Uma pessoa que tem amigos do Norte ao Sul do País, e não são simplesmente conhecidos. Não. Amigos mesmo!!! Daqueles que, se precisarem, sem dúvida, ela não vai hesitar em lhes oferecer um ombro amigo, uma palavra de alento, e muita atenção.

Marita é conversa no último banco do busão. È risada, é pérolas, é balalaica. É Diva, e É Vadia. (afinal, é só um trocadilho de letras) É Francês. É Delta Blues.É Marx. É PT. É Creedence..ela vai me matar por isso, mas é “Por Onde Andei”..rsss É Baticun, É Batata com peidonese, É gritos pela janela do carro, É rituais de cumplicidade e descarrego no alto da colina, é um orgulho, é terapia a dois no MSN.. desde comunidades bestas do orkut, até questões filosóficas como o nosso dilema diário: será que vou casar???

Caraleo... quantas histórias pra contar!!! É impossível contar minha história sem falar em Marita! Ela faz parte do meu dia-a-dia, ela faz parte da minha história, dos melhores momentos da minha vida, ela faz parte de mim! Embora ela sempre duvide, e tenha medo de estar incomodando, e blá blá blá! Rsss

Hoje, faz 24 anos que essa menina com ar de Branca de Neve veio ao mundo. Hoje ela é uma mulher, uma professora, uma socióloga, uma petista, e acima de tudo, uma grande amiga- amiga pra caralho, daquelas que chegam na voadora, que xingam, que se preocupam, que se orgulham!!!!!

E que nossos pezinhos continuem a caminhar a juntos por muitos outros e outros anos. E de preferência, de mãos dadas.

Se eu pudesse ter falado, “Olha, eu quero que esse dia seja assim..” eu diria pra que nesse dia pudéssemos dançar como se ninguém tivesse olhando, gritar sem nenhum motivo aparente, cantar uma música de qualidade, e se divertir como nunca.

Pois é, tem coisas que Deus faz pela gente.

E com certeza, esse novo ano, sem dúvida, será de muitas realizações e toda felicidade do mundo que vc merece!

Marita - companheira, exagerada e acima de tudo, verdadeira..

............ TE AMO.........

Beijos, Pechena.

2 comentários:

Marie disse...

Eu vou comentar mais decentemente, o seu e o da Mie. Hj eu ganhei dois textos lindos, uma boneca de pano, uma caricatura e só constatei como sou feliz por ter pessoas preciosas ao meu lado. Obrigada! Amo você. Mesmo.

Michele Fernanda disse...

viva a MArieeeee!!!!

Ocorreu um erro neste gadget