sábado, junho 02, 2007

Seja Inconsequente!


Hoje me deu vontade de escrever um texto daqueles meio "auto ajuda", sabe? Cheio de frases imperativas com uma mensagem positiva, otimista e bem humorada.
Não, não fui tomada pelo espírito do Augusto Cury, mas.. as vezes, eu consigo ser otimista e (vejam só) até piegas! Basta eu estar de bem comigo mesma, não é nem de bem com a vida, porque essa daí, pqp, anda me aprontando cada uma.. rsss
É, a vida prega altas peças na gente, tem aqueles que tentam me convencer do contrário, mas eu insisto: ela é uma ironia! E quem disse que isso é necessariamente ruim??? Afinal, ela pode ter uma "engraçada" maneira de atrapalhar ou de te ajudar.. a gente nunca sabe!
Assim, volto ao título desse post: Seja inconsequente!!!!
Sim! Seja!!
Mate aula pra beber cerveja. Atrase a data da entrega do trabalho. Esqueça de preencher alguns papéis. Não devolva os livros da biblioteca. Fale palavrão. Faça careta no vidro da porta. Grite na mesa do bar. Esqueça os olhares repressores, esqueça as regras da sociedade. Entre na contra mão, grite pela janela do carro. Dance um funk, cante uma música de gosto duvidoso. Leia caras, assista um capítulo da novela.
Fale em espanhol sem saber falar espanhol, vá para a festa mesmo tendo que acordar 6h da manhã do outro dia. Dance! Dance como se ninguém olhasse! Beba até vomitar, coma duas sobremesas, passe um dia sem tomar banho, tome sorvete com dor de gargante, tome um banho de chuva, pule um dia do antibiotico. Faça uma piada infame, ria de um trocadilho idiota, xingue o mundo e a política, sinta-se livre, como se o mundo não precisasse de você, aja como se não tivesse responsabilidade sobre nada.
Mande "aquela" mensagem no celular, diga, com todas as letras, sem medo, o quanto aquela pessoa é importante e o quanto vc não consegue suportar a idéia de perde-la. Faça planos impossíveis, sonhe, se entregue.. viaje com pouco dinheiro, gaste seus últimos centavos num croissant de chocolate, troque os legumes por um bacon, beba coca cola, pague caro em algo que te dá prazer (mesmo sem ter dinheiro), xingue aquela pessoa que te incomoda, desobeça seus pais, fuja de casa, solte um pum, confesse um pum. Mude de gostos, se achar que te convém. Mude de roupa, de estilo, de sotaque. Imite alguém. Corra pela rua, converse com o moço do pedágio, roube no jogo de stop, invente passos de ballet, beije um cachorro, e diga, ao menos uma vez, um "Eu te amo" vindo do fundo da alma..

E tudo isso porque.. isso é a vida! É isso que faz as nossas histórias, são esses momentos que nos fazem rir sozinhos com a cabeça no travesseiro (e são eles também que nos matam de vergonha! rss), é isso que vc vai contar pro seus netos (e não para os filhos, pq pra esses a gente finge que é politicamente correto) Não todos os dias, não sempre, mas pelo menos uma vez, seja inconsequente, finja que ninguém te olha, ninguém te julga, que não existe "o certo ou o errado", e depois que o fizer uma vez, vc vai se sentir tão bem, vc vai se sentir de fato vivo!! Esqueça o relógio, os olhares, as leis e as regras - apenas sinta.

E pra encerrar, roubo as palavras de alguém que sabe nos fazer apenas sentir: ­­­"Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." (Clarice Lispector)

E como não poderia faltar, uma frase bem clichê: Algumas pessoas apenas existem, outras vivem. A escolha está só e somente só, em vc! Faça valer a pena! ;-)

Um comentário:

Kstryane - A Naranja disse...

Vei...
Esse post foi o melor de todos os tempos pra mim!!! Na moral...

Arrasou, alias, arrasamos!!!
Essa festa ficou pra historia...
Assim como muuuitas e muitas coisitas más hauahuhuahua

E quem causa, semo nozes...
P. feeeeeeeerte, seja inconsequente, ou experiente...

Bjusss, je t'adore =]

Ocorreu um erro neste gadget