domingo, fevereiro 11, 2007

Oh domingo...

o1h07 da manhã.
Já é segunda feira, eu ainda não dormi, mas, se alguém me ouvisse falar que ainda é domingo e essa pessoa fosse daquelas legais com certeza revidaria sem hesitar "domingo não, segunda."
Domingo monótono.. acho que há tempos não tinha um domingo tão monótono.
É irônico como o ócio cansa. E de repente, vc se cansa de fazer nada.
Não é não ter nada pra fazer, mas é que é domingo! Não dá pra fazer coisas que já temos que fazer nos dias úteis - me recuso. Por fim, até esbocei uma possível atitude útil.. olhei para os livros, pensei nas aulas dessa semana. Anotei alguns afazeres pra essa semana e peguei a caneta e escrevi uma carta.
É.. o dia não estava produtivo.
Mas não mesmo. Assisti até ao Fantástico. Quer dizer, quase assisti, porque acabei dormindo.. minha mãe até perguntou se eu estava bem.. mas vi a entrevista com a mãe do menininho que foi morto nessa semana, e que foi destaque na imprensa essa semana, e que levantou a questão da maioridade penal.
Ora, reconheço a dor dessa família, mas quantas e quantas crianças de 6 anos sofrem violência todos os dias, quantos adolescentes estão optando pelo mundo do crime e só quando se atinge uma família que tem uma casa bonita pra receber a reportagem da Globo é que resolvem repensar a questão da maioridade penal? Questão que nada mais é do que mais uma vez tapar o sol com a penera...Diminuir a maioridade não vai resolver o problema da criminalidade enquanto houver pessoas que não tem acesso aos direitos básicos de cidadão: saúde, moradia, EDUCAÇÃO!!!... enfim.. acho que tá explicado porque eu acabei dormindo em frente a tv.
Mas foi um dia esclarecedor.. descobri que a angústia da semana passada era tpm mesmo.
Ainda estou ansiosa, mas pelo menos, não estou respondendo atravessado aos "bom-dia". Talvez agora eu já esteja melhor pra tentar resolver algumas coisas... é, tá rolando umas tretas aqui, e depois de pensar, acho que vou manter minha postura de sempre, correr atrás mais uma vez... acho que é meu carma mesmo, mas o que eu posso fazer se não consigo conviver com coisas no meio termo? como diria a Dna Edith "É ou num é ou num é?". A Helo e a Cris bem que tentaram me convecer do contrário, mas acho que é o que vou fazer mesmo.. confesso que ainda não sei bem como agir numa situação dessa que tá rolando aki, nunca imaginei receber certas acusações.. e até agora, confesso que não entendi. Aliás, todos que me conhecem e que souberam da história tb não entenderam..enfim, acho que há muito pra se esclarecer.. mas cada um tem o direito de fazer o julgamento que quer das situações, respeitarei as decisões. Só quero esclarecer.
Tá chegando o carnaval...detesto o carnaval. E, francamente, como é difícil não gostar de carnval no Brasil.. tudo gira em torno desse dia!
Bom.. vou seguir a filosofia do meu amigo Jão "pensamento postitivo" - 4 dia pra ficar fazendo nada!! Dedicando ao ócio e pensando bobagens. Oba.
Eh.. acho que ainda tem vestígios da tpm por aqui..
Enfim... vamos que vamo, mais uma semana!

2 comentários:

Mariana disse...

Ninguém tem o direito de julgar ninguém. Eu não aceito julgamento nem da minha mãe. Cada um sabe a dor e a delícia de ser oq é, como diz Caê. O que eu aceito são pontos de vista, e esses se discutem. Julgamento, nunca.
O que pode acontecer é sentir a situação. Aí sim, cada um sente de uma maneira.
A gente vai adotando posturas, e sabe? Eu adotei a minha. E vou segurar, por mais que me doa. Tá doendo, acredite. Corra atrás sempre do que te é importante, e não pelo que acham de vc. Porque Sue, muita gente mete o bedelho na nossa vida, vc sabe bem disso. Só que, para acatar ou não aos palpites, a gente tem que analisar o coeficiente de inteligência sensorial de cada um, e ver quão superficial seria se deixar enveredar pelos conselhos. Ora, só quem está dentro da situação pra saber o qto tá sendo difícil, concorda? Tenho outras coisas pra falar. Falo depois. Beijo.

Kstry disse...

Sue,
Eu espero que tudo fique bem, nao sei como, qdo, onde, pq e etc
Espero que as coisas se resolvam, por bem ou por mal e que vc possa contar com o meu apoio e carinho...
Só isso!!!
Bjusss

Ocorreu um erro neste gadget