segunda-feira, julho 02, 2007

Mais coincidência???


A Mulher de Virgem

Não pense na mulher de Virgem como a Amélia dedicada ao lar e aos filhos, mantendo o chão encerado e os armários em ordem. Esta não é a verdadeira essência deste signo. A mulher de Virgem mantém a si própria livre, dentro da relação, através de seu intelecto. Ela tem opinião própria, pesquisa e lê para 'saber', e em seus relacionamentos ela estará sempre pronta a analisar e a falar sobre tudo, suas ações, sua casa, seus filhos... menos sobre seus próprios sentimentos. Normalmente, no seu impulso a se tornar útil, a mulher de Virgem se dedica a uma carreira, e é uma excelente psicóloga, médica, enfermeira, nutricionista, pedagoga, professora e analista. Desta forma ela não terá o casamento como prioridade e poderá casar mais tarde, ou não casar (?), ou mesmo fazer um casamento de razão (???).

As vezes a mulher do signo de Virgem é realmente estéril (especialmente se tiver a Lua em Virgem ou em mau aspecto com Saturno), e as suas crianças serão os seus alunos. Eu tenho por mim que o signo de Virgem é estéril porque o nascimento é 'sujo'. Mas esta é uma opinião pessoal. De fato seja o ato sexual que o nascimento, se acontece de uma forma onde a pessoa fica exposta, onde as emoções e os sentimentos ficam expostos, e não podem ser explicados racionalmente. A psique da Virginiana, apesar de ser ligada ao Mito da Grande Mãe, está representada pela Deusa Artemis, virgem, autosuficiente. O trigo que ela traz em seu colo, é usado para alimentar o mundo. Ela não precisou do sêmen. Seu negócio não é 'dar o seio' como acontece com a Mãe Câncer. Seu negócio não é 'gerar filhos' mas 'gerar idéias'. Uma das suas qualidades é a discrição e a reserva. Ela irá preservar sempre um pouco de si e não se entregará inteiramente numa relação sentimental. Porém ela é realista e, se ela assim tiver decidido, o amará como você for. O mais importante é fazê-la sentir que ela é necessária em sua vida.

Virgem e o Amor

Se nós pensarmos no virginiano como ele é usualmente descrito nos livros de astrologia, pensaremos nele como uma pessoa que tem um manual ao lado da cama onde irá buscar o conhecimento adequado para desempenhar bem sua função durante o ato sexual. Exagero? Nem tanto! Ele realmente precisa das instruções para se sentir bem. Mas o amor e os sentimentos não tem etiquetas explicativas, e muito menos os seres humanos vêm com elas amarradas no pescoço! E por isso os virginianos se perdem e muitas vezes têm dificuldades em seus relacionamentos. Na realidade, a mulher de virgem analisa seus próprios sentimentos, e os vê como sendo monstros incontroláveis, e tenta mantê-los sob controle, dissimulando a afetividade e mantendo-se fria e controlada. Mesmo quando ela quer transar todos os dias, não o dirá, mantendo a relação controlada, um dia sim e um dia não, porque é mais saudável. O virginiano não é frio, ele simplesmente leva muito tempo para esquentar. A paixão não faz parte de seu vocabulário. E a mulher de Virgem não se entrega ao primeiro machão que a olha. E o homem de virgem não se entrega à primeira carinha bonita que o seduz. Ambos analisam longamente a situação, racionalizam, e tentam saber se você se identifica com as mesmas coisas do que eles. Emoção e sexualidade não são suficientes para prender o virginiano. Para eles precisa haver um encontro de mentes.

Um comentário:

Jão disse...

OU NÂO!!! Dogmatização, será?!

Ocorreu um erro neste gadget