domingo, julho 22, 2007

Tudo passa..

Domingo, 22h51m..
Um belo domingo.. passeio com amigas, algumas comprinhas, um choppinho durante a tarde..
Uma bela tarde de sol em pleno inverno, com direito a um vento refrescante.. pq ser feliz, despenteia! hehehehe
Agora to aqui.. no msn..
Olho as frases pessoais das pessoas e fico pensando na vida delas, no que elas sentem, no que estão pensando!
A grande maioria contente com a morte do ACM..
Tá aí mais uma coisa que eu não achei que fosse viver pra ver...
Outras ouvem música..
Outras mandam recados para os amigos..
A de um amigo é uma frase que eu usei muito: "um dia vc aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam."
Ironicamente, já tive esse pensamento com relação a ele..
o mundo dá voltas não é mesmo?
Cada frase esconde uma história..
As minhas, pelo menos, sim.
Ainda no msn...
E, em meio a uma conversa, disse a uma amiga: Não há sofrimento que não passe.
Então eu me perguntei: eu sabia disso o tempo todo??? Quantas vezes damos conselhos que se encaixam perfeitamente na nossa vida, não é mesmo?
Irritamos-nos com os conselhos porque eles dizem aquilo que a gente já sabe, mas não queremos acreditar. Estamos sempre achando que podemos estar enganados, mas não estamos. E insistimos. E os conselhos ficam lá, martelando.. e você só se dá conta de que devia ter os ouvido, quando quebra a cara. E aí entra a minha parte: Não há sofrimento que não passe.
O que eu queria perguntar é: será que vale a pena, deixar de viver a experiência ante a previsão de um conselho??
O que é melhor, sentir na pele cada sensação, cada tombo, ou evitar aquilo que já é previsto?
Bem..posso parecer masoquista. Mas prefiro ir até o fim. Sempre.
Isso não significa que eu não goste de conselhos, eu gosto! Mas o vejo por outra perspectiva..vejo os conselhos como uma manifestação de carinho: aqueles que gostam de mim, não querem me ver sofrer, e tentam evitar isso. E assim, com todos os conselhos em mente, dou minhas cabeçadas totalmente consciente.. é praticamente uma operação kamikaze.
O que me encoraja, sempre é saber que tudo passa..
"Tudo passa, e vai passar...
A dor do parto. A cólica do neném. O mau-humor do adolescente. A época da chuva. O cansaço. A fama. Essa lua cheia. O próximo eclipse. O estado de paixão. A falta de paciência. A saudade. A tarefa chata. A melhor parte do livro. O gosto do beijo. O problema insolúvel. A tendência da moda. O medo da separação.
O tempo de espera. O estranhamento com o novo. A vaidade com o prêmio. A falta de dinheiro. O frio na barriga. A causa da briga. O viço da pele. A crise de depressão. A graça da piada. O luto. O tesão. O tempo de escola. O período de provas. A bronca do chefe. Os preparativos para a viagem. A festa tão programada. A ressaca. O motivo da comemoração. A mágoa. O sono. A TPM. A moda de blogs, fotologs e afins. O dia de hoje. Todas as vidas."


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget